Como Trabalhar nos Estados Unidos da América

Trabalhar nos EUASaiba como trabalhar nos Estados Unidos da América (EUA). Dicas para emigrar e encontrar emprego no estrangeiro. Aproveite esta oportunidade para melhorar a sua carreira profissional. Viva o SONHO AMERICANO!

Os Estados Unidos são a primeira potência mundial. O mercado de trabalho americano apresenta várias oportunidades reais em que pode obter um visto temporário ou o green card. O mercado americano carateriza-se pelo baixo desemprego associado com disparidades fortes entre os salários. Os salários dos profissionais qualificados são muito superiores aos praticados no Brasil e em Portugal. O horário de trabalho nos EUA é de 40 horas semanais. Sendo possível encontrar vagas de emprego na área da eletrónica, biotecnologia, informática, finanças, gestão, indústria farmacêutica, etc. É necessário um diploma elevado, mas também existem algumas colocações para babysitters ou domésticas com experiência para trabalhar em famílias ricas, com salários altos e boas condições.

Guia para Trabalhar nos EUA

Primeiro que tudo, para trabalhar nos Estados Unidos é necessário obter um visto temporário ou green card. O green card (que na realidade é rosa e branco) permite ocupar qualquer cargo neste país, sem nenhuma limitação no que diz respeito à duração do contrato de trabalho. Contudo, é muito difícil de obter. As possibilidades atuais para obter esse documento são através das seguintes formas: casamento com um americano/americana, no caso de sair o prémio da lotaria anual de vistos ou no caso de oferta de emprego. A lotaria é organizada todos os anos e permite, através de sorteio, obter o green card.

Existem vários tipos de vistos. Para mais informações sobre o visto que deve pedir de acordo com a sua situação, o melhor é entrar em contacto com o INS (Immigration and Naturalization Service). Por exemplo, o visto H-1-B é a forma mais clássica para autorização de emprego, contudo várias condições são exigidas: ter cumprido no mínimo 4 anos de estudos superiores e ter uma equivalência de “bachelor degree”; a oferta de emprego tem que justificar, no mínimo, um diplomado com bacharelato; a empresa deve ter direito a contratar um estrangeiro; o empregador tem que mostrar a sua capacidade financeira, de pagar o seu novo emprego; entre outras condições.

É um país maravilhoso com 50 estados, todos diferentes: Florida, Califórnia, Nova Iork, Nevada e Washington D.C. são alguns dos mais conhecidos. Com cidades fantásticas para arranjar emprego e um estilo de vida completamente americano.

Cláusulas principais num contrato de trabalho

Como acontece em Portugal e no Brasil, o contrato de trabalho é bastante importante. Mas, isso é ainda mais importante quando você vai trabalhar no estrangeiro. Por isso, comprove que o seu contrato inclui as seguintes cláusulas:

  • Identificação das partes (empresa e trabalhador);
  • A localização e duração do contrato;
  • A remuneração bruta anual;
  • Os benefícios acordados (Alojamento, carro da empresa, etc);
  • Regime de previsão de desemprego ou reforma;
  • A duração das férias;
  • Condições de cancelamento do contrato;
  • Ajudas de custos em termos de subsídio de alimentação ou deslocamento no caso de ter que se deslocar em negócios pela empresa;

É importante que à chegada aos EUA você peça um número de segurança social (Social Security Number). Este número é necessário em todas as questões administrativas. É imprescindível para estar apto a conduzir, abrir uma conta bancária e trabalhar. Os papeis necessários são o passaporte, o visto que dá direito a trabalhar e o formulário I-94.

Vagas de Emprego nos EUA

Pode encontrar várias oportunidades de trabalho na América através dos seguintes websites:

Se você já vive e trabalha nos Estados Unidos tem algum tempo, partilhe com os nossos visitantes várias dicas e conte a sua história, sobre como foram os seus primeiros anos de trabalho neste país, conhecido como o sonho americano “American Dream!”.

Os nossos utilizadores classificaram este artigo como

  • documentos necessarios para trabalhar na america
Este artigo foi publicado em Emprego por Pedro Ribeiro.